29 jan, 2020

[FILME] Um Contratempo

Oi gente.

Ultimamente eu ando numa vibe de ver filmes (algo incomum, uma vez que vejo mais séries), e assim que eu terminei se ver este, eu soube que precisava vir comentar com vocês. Então se vocês gostam de thriller psicológico (e até aqueles que não gostam), venham comigo saber mais sobre ele.

Adrian Doria é um empresário de sucesso e que está colhendo os louros de sua carreira. Rico, casado, pai e em ascensão, ele tem a vida que muitos adorariam ter. No entanto, quando Um Contratempo começa, Adrian Doria acorda em um quarto de hotel tendo como única companhia o corpo de Laura, sua amante. Sua vida a partir de então se torna um inferno, e toda a felicidade presente em sua vida começa a ruir.

Ele então tem de recorrer à Virginia Goodman, a melhor advogada de defesa da Espanha. Juntos, os dois precisam descobrir o que aconteceu no quarto de hotel enquanto Dorian estava desmaiado, como o assassino entrou e saiu de lá sem ser visto e porque armaram para ele. É a partir de uma conversa franca entre os dois que as histórias sombrias da vida do empresário começam a vir a tona, e então as peças do quebra cabeça são colocadas no lugar.

Devo confessar para vocês que não estava entusiasmado quando comecei a assistir ao filme. Quando vi que era de origem espanhola, eu pensei em deixar para lá, uma vez que minhas experiências anteriores com elas não foram muito boas. Mas a curiosidade foi maior e continuei. Nos primeiros minutos de filme somos fisgados por um roteiro bem escrito e que foca no desenvolvimento dos personagens principais, e à medida que os minutos vão passando, dos personagens secundários, que vão se encaixando de forma sucinta às nuances do enredo.

O roteiro também não falha em nos apresentar vários pontos de virada ao longo do filme. À medida que as respostas são dadas, uma nova reviravolta que muda tudo acontece, e então somos levados à caminhos diferentes. Isso dificulta bastante darmos um palpite sobre os acontecimentos que antecederam a morte de Laura e a identidade do(a) assassino(a). Tudo isso sem deixar a desenrolar dos acontecimentos enfadonhos.

Eu ainda não havia visto nada do diretor Oriol Paulo (que também é o roteirista), mas confesso que fiquei bem surpreso e curioso para conferir outros trabalhos. Mario Casas e Bárbara Lennie também me surpreenderam bastante com suas atuações. Aqui, eu tiro o meu chapéu para Lennie, que consegue captar e expressar todas as várias nuances da personalidade de sua personagem, se tornando uma incógnita durante todo o tempo. Ela consegue trazer uma atuação voraz quando necessário, e singela a medida que o roteiro exige isso dela.

A fotografia do filme também me agradou, casando muito bem com o ar de mistério e suspense que o filme trás. A trilha sonora de Fernando Velàsquez não chega a ser excepcional, mas também não deixou a desejar. Ele preferiu dar foco ao instrumental, o que também agregou ao conjunto, mas não me deixou tão fascinado quanto o restante. O que, de forma alguma, é algo negativo ou tira qualquer mérito do resultado final.

Dito tudo isso, acho que já ficou claro que Um Contratempo acaba de entrar na minha lista de filmes favoritos, e eu só me arrependo de não ter conhecido ele antes, uma vez que ele é de 2016. Ah, e aviso aos navegantes que ele está disponível na Netflix.

 

Filme: Um Contratempo | Duração: 106 minutos 

Estúdio: Think Studio Roteirista: Oriol Paulo Diretor(a): Oriol Paulo Ano: 2016

Avatar

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

10 Comentários

  • Avatar

    Olá Koldney!!!
    Eu não conhecia o filme, mas também sou seu oi para pessoas que não curtem um thriller, assisto algumas vezes com meus amigos mas é raro pois sou do velho clichê.
    A história do enredo parece ser algo de livro e minha pergunta é se é adaptação de algo??
    Mesmo assim anotar a dica vai que eu assisto com minha turma.

    lereliterario.blogspot.com

  • Avatar
    Giovana
    fevereiro 23, 2020

    Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse filme e olha que gosto muito de séries/livros/filmes de investigação, eu fiquei bastante animada em saber que é espanhol, eu adoro conferir os trabalhos estrangeiros.

  • Avatar
    Thayza Fonseca
    fevereiro 19, 2020

    Olá!

    Esse filme está na minha lista a muito tempo, única e exclusivamente por cauda do Mario Casas já que eu adoro o ator. Tive alguns problemas com séries espanholas devido ao formato, e amei outras depois de me adaptar então vou dar uma chance ao filme mesmo que eu não seja a maior fã de thriller psicológico, eu gosto, mas sempre opto por algo mais fofinho. Adorei saber mais sobre a história e conhecer a sua opinião, porque eu estava mesmo no escuro, minha única luz era o ator e fim. Vou tentar assistir agora no carnaval já que sobra um tempinho. Adorei a dica.

    Beijão

  • Avatar
    Aninha
    fevereiro 07, 2020

    Oiiii,

    Não é mesmo meu tipo de história Kold kkkkkk Mas eu amei sua resenha e o amor que você desenvolveu pelo filme. Adoro quando a gente vai assistir algo sem esperar nada e acaba apaixonado por tudo. Achei muito legal que o roteiro possui pontos de virada, porque torna a história mais dinâmica e com certeza mais envolvente.

    Beijinhos…

  • Avatar
    Carol Nery
    fevereiro 07, 2020

    OBRIGADA por essa super dica. Eu sou A LOKA dos thrillers. Tanto livros, quanto séries ou filmes. Se envolve esse clima de mistério, suspense, e que contenham muitos reveses… NOSSA!!! Eu tô lá agarrada assistindo. Adorei sua crítica, e já estou entrando agora na Netflix pra colocar na minha lista e não perder de ver uma obra dessa qualidade.
    SÉRIO! Obrigada. <3

    Carol, do Coisas de Mineira

  • Avatar
    CRIS
    fevereiro 07, 2020

    Oi Koldney!
    Não conhecia esse filme, mas sua resenha já me fisgou adoro thriller psicológico que engloba suspense e que me prende. Parabéns pela resenha sua sinceridade e as criticas vou ter em mente quando assistir o filme. Eu também já assisti filme em espanhol que me decepcionou também mas quando vem dicas assim já coloco na lista. Abraços!

  • Avatar
    Carolina Trigo
    fevereiro 05, 2020

    Oi, Koldney!
    Eu assisti esse filme já faz algum tempo e lembro que gostei demais da trama e do suspense criado. Não lembro dos detalhes e por isso, talvez precise assistir novamente.
    Eu gosto bastante de filmes espanhóis e já conhecia o Mario Casas de Paixão Sem Limites e Sou Louco Por Você, que são filmes que amo.
    Adorei a sua crítica.
    Bjss

  • Avatar
    Rayanni kellsin
    fevereiro 04, 2020

    Olá, tudo bem? Esse é um dos meus filmes favoritos da vida, sempre estou indicando a todo mundo! Fiquei bem chocada com os acontecimentos e desenvolvimento da trama!
    Um beijo.

  • Avatar
    Helana Ohara
    fevereiro 02, 2020

    Ao contrário de você minhas experiências com produções espanholas são as melhores, amo as produções deles, muito mais do que as americanas ♥ Principalmente as séries estão ótimas.
    Um Contratempo não assisti e nem sabia da existência, achei a premissa do filmes muito boa. Ainda mais que é um policial to curiosa agora porque sempre assisto mais a romances espanhois. Vou dar uma chance.

  • Avatar
    Diane Ramos
    fevereiro 02, 2020

    Olá..
    Adorei a sua resenha!
    Ainda não tinha ouvido falar de UM CONTRATEMPO, mas pelos seus comentários pude perceber que com certeza é um filme que me agradaria. A premissa é bem legal e, é claro, já anotei a sua dica!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/