Posts arquivados em Tag: Editora HarperCollins Brasil

15 out, 2019

[RESENHA] As Irmãs Cynster #2: Salva Por Um Cavalheiro

Oiiii seus lindos, as coisas não estão ocorrendo muito na ordem com esta série por aqui, mas hoje vim falar com vocês um pouquinho sobre Salva Por Um Cavalheiro, o segundo volume da Trilogia das Irmãs Cynster, lançado aqui no Brasil pela Editora HarperCollins Brasil, e como falado na primeira resenha (vocês podem conferir AQUI) é uma trilogia, dentro da série Os Cynster, que possui (até onde eu sei) 26 livros publicados lá fora, e sem perspectiva de publicação por aqui. Mas a trilogia por si só é uma história maravilhosa e que vale a pena ser conhecida, então bora lá conferir o que eu achei do segundo livro.

Continue lendo

20 fev, 2019

[RESENHA] A Boa Filha

Oiii gente, hoje eu vou contar para vocês sobre o livro A Boa Fiha, da autora Karin Slaughter, lançado no ano passado pela nossa querida editora HarperCollins Brasil. Bora lá saber um pouco mais sobre esse suspense?
Continue lendo

06 fev, 2019

[RESENHA] Crônicas das Cidades Famintas #1: Máquinas Mortais

Oiiii gente, tudo bem?! Então, hoje eu vim contar para vocês sobre o livro Máquinas Mortais, que no ano passado ganhou uma reedição da Editora HarperCollins Brasil, do autor Philip Reeve. Se quiser saber mais sobre essa obra, continue lendo. 

Continue lendo

10 jan, 2019

[RESENHA] Saga dos Jubardentes #1: O Rei das Cinzas

Oii seus lindos, hoje vamos falar um pouquinho sobre O Rei das Cinzas, primeiro volume da saga dos Jubardentes, lançado aqui no Brasil pela HarperCollins e que eu estava mais do que ansiosa para ler. Então para saber o  que eu achei da história é só continuar lendo a resenha.

Continue lendo

06 set, 2018

[RESENHA] As Irmãs Cynster #1: Conquistada por um Visconde

Oiii seus lindos, hoje vim contar para vocês sobre um livro que arrebatou meu coração e me deixou apaixonada por uma família. Conquistada Por Um Visconde é o primeiro volume da trilogia das Irmãs Cynster, lançado aqui pela HarperCollins Brasil. Então bora conferir minhas impressões sobre este romance de época lindo. 

Continue lendo

05 set, 2018

[RESENHA] Coragem

Oiii gente, hoje eu  vim contar para vocês sobre o livro “Coragem”, escrito pela atriz Rose McGowan, que foi lançado pela Harper Collins. Para conhecer um pouco mais sobre a obra, continue lendo.

Continue lendo

04 set, 2018

[RESENHA] As Elizas

Oi gente! Para quem não eu ando muito numa vibe de thrillers ultimamente e, como a HarperCollins Brasil acabou de lançar As Elizas da Sara Shepard (a mesma autora de Pretty Little Liars) então meus olhos brilharam com vontade de ler esse livro! Então continue lendo para saber o que achei do livro!

Continue lendo

01 ago, 2018

[RESENHA] Uma Mentira Perfeita

Oiii gente, hoje eu vim falar com vocês sobre o livro Uma Mentira Perfeita, da autora Lisa Scottoline, lançado no inicio de Abril desse ano pela Editora HarperCollins Brasil. Se quiser saber minha opinião sobre a obra, continue lendo. 

Continue lendo

17 jul, 2018

[RESENHA] Quinteto Do Tempo #3: Um Planeta Em Seu Giro Veloz



Oi gente! Hoje vim contar para vocês qual a minha opinião sobre o terceiro livro da série Quinteto Do Tempo, Um Planeta Em Seu Giro Veloz, da Madeleine L’Engle e lançado recentemente pela Editora HarperCollins Brasil, parceira do site. Para ler as minhas resenhas de Uma Dobra No Tempo e Um Vento À Porta clique aqui.

Vários anos depois dos acontecimentos de Um Vento À Porta, temos uma Meg já adulta e casada com Calvin, seu companheiro de aventuras passadas, e esperando um filho do mesmo, mas nada mudou no tocante aos Murry já que eles continuam sendo uma família nada convencional.

Sandy e Danny, os gêmeos, estão na faculdade estudando, respectivamente, direito e medicina provando que também herdaram os genes inteligentes de seus pais, claro que não tanto quanto Meg e Chales Wallace e por falar no caçula da família, ele acabou se afastando até mesmo de sua irmã mais velha, uma das pessoas com quem mais se entendia no passado, mas como é Ação de Graças estão todos reunidos para celebrar a data.


Quando Meg tenta se aproximar do jovem, algo não funciona muito bem e é quando uma nova missão aparece, Charles Wallace deve enfrentar o novo desafio que se apresentou, mas desta vez nem sua irmã e nem Calvin estarão com ele, para ajuda-lo nesta missão ele contará com Gaudior, um unicórnio que tem poderes muito bem-vindos, e juntos eles devem impedir que a ameaça de uma guerra nuclear se concretize. Mas será que eles conseguem?

Para quem leu as resenhas anteriores sobre o primeiro e segundo volumes dessa série sabe muito bem que estava bastante desgostosa com a escrita da Madeleine e com os rumos que ela dava para suas histórias, focando em coisas que eu não achava necessária e arrastando uma narrativa que eu gostaria que fosse um bocado mais dinâmica.


Acontece que algumas coisas mudaram nesse livro, a pirraça (por falta de palavra melhor) que os protagonistas faziam nos dois volumes anteriores diminuiu consideravelmente, uma vez que agora não temos mais uma criança como protagonista, Charles Wallace está com quinze anos agora e entende melhor as coisas porque está mais maduro, sem contar que Meg não embarca na aventura junto com ele, o que eu acredito que ajuda.


A narrativa ainda me irrita um bocado, apesar de estar bem melhor aqui. O que me incomodou em todos os volumes é que quando a história pede um ritmo mais dinâmico e até chega nele, a autora é incapaz de manter isso. E quando (finalmente!) a narrativa começa a ficar do jeito que eu quero sou frustrada com o fato de isso durar absurdamente pouco.


O desfecho desse livro foi algo muito inesperado e absurdamente interessante, no final eu entendi que a história foi sendo encaminhada para esse rumo, mas não percebi nada enquanto lia e fui pega completamente desprevenida com a forma que a Madeleine terminou a história, mesmo estando frustrada com a narrativa, acredito que vou ler sim o próximo volume (contrariando o que falei na resenha anterior).


A diagramação está simples e segue o padrão dos outros livros. No caso das edições desses livros eu acredito que o grande destaque esteja na arte da capa. Todas elas seguem um padrão (meu TOC agradece!) e as cores usadas para composição da arte são absolutamente incríveis (inclusive veja a capa do quarto volume clicando aqui!)


Bom, acredito que no final seja interessante que você leia o livro e tire suas próprias conclusões já que, pelo que eu andei lendo pela blogosfera, a minha opinião faz parte de uma minoria porque a maior parte das pessoas que leram esses livros gostaram muito mais que eu da história.













Título: Um Planeta Em Seu Giro Veloz Série: Quinteto Do Tempo Páginas: 224 
 Autora: Madeleine L’Engle Tradutor:  Erico Assis  | Editora: HarperCollins | Ano: 2018


QUINTETO DO TEMPO
Uma Dobra No Tempo | Um Vento À Porta | Um Planeta Em  Seu Giro Veloz | Muitas Águas | Um Tempo Aceitável 
03 jul, 2018

[RESENHA] Quinteto Do Tempo #2: Um Vento À Porta

Oi gente! Hoje eu vim conversar com vocês sobre o segundo livro da série Quinteto Do Tempo, Um Vento À Porta, da Madeleine L’Engle. Eu já postei a resenha de Uma Dobra No Tempo aqui no site e você pode conferir a minha opinião sobre a obra clicando aqui então para saber a minha opinião continue lendo.


Charles Wallace, o mais novo dos irmãos Murry, está em grande perigo, mas ninguém parece perceber o quão grave a situação. O comportamento de Charles está diferente e Meg, sua irmã mais velha, credita isto ao bullying que ele tem sofrido desde que começou a frequentar a escola, sua inteligência fora do comum parece despertar comportamentos agressivos dos colegas. 

E quando Meg tenta ter uma conversa séria com o diretor, sr. Jenkins, as coisas não saem como ela esperava e o homem não toma qualquer atitude para ajudar o pobre garoto com seu problema, o que deixa a jovem bem preocupada com a segurança do irmão que começa a falar que está vendo dragões na horta.

Os tais dragões são, na verdade, Proginoskes (ou Pergo!), querubins compostos por várias asas, ventos e chamas que não estão sozinhos, na verdade com estes seres mitológicos encontra-se Blajeny, um professor de Charles Wallace que está tentando ajudar a salvá-lo, mas é claro que não é apenas o garotinho quem está em risco, todo o planeta também se encontra em perigo e agora Meg terá que embarcar em outra aventura perigosa para tentar salvar não apenas o irmão, mas também a Terra.


Confesso que não estava especialmente empolgada com esta leitura porque Uma Dobra No Tempo me deixou um sentimento de dualidade em relação a esta série, no fim não sabia se tinha gostado ou não do livro. Um Vento À Porta trouxe certa luz a essa questão, definitivamente a história da Madeleine L’Engle é interessante, mas eu não gosto da forma como a autora conduz suas histórias.

O ritmo da narrativa é absolutamente arrastado e quando finalmente as coisas começam a acontecer dura tão pouco que não deu para aproveitar. Honestamente não sou a maior fã de narrativas lentas onde as coisas demoram muito para se desenvolver e muito provavelmente este foi o principal fator para eu desgostar tanto deste livro.

Há também o fato de que hora acho as crianças legais, mas logo acontece algo e as reações delas realmente me fazem torcer o nariz. Há uma clara evolução em relação ao primeiro volume da série, mas mesmo assim não achei que foi o suficiente. Ainda assim, de todos os personagens, Calvin segue sendo o personagem ao qual mais me afeiçoei.

A diagramação está lindíssima, a combinação dos tons desta capa me encantam muito, além disso a edição tem capa dura (como não amar?) e uma folha de guardo muito fofa com tom que combina perfeitamente com os usados na capa. A diagramação é bem simples e as páginas são amareladas, o que eu adoro.

A configuração dos Murry me irrita um pouco. As crianças tem responsabilidades que deveriam ser de adultos, os pais parecem não se importar com os quatro filhos e claramente têm uma predileção por Meg e Charles Wallace. Por outro lado foi bom ver o desenvolvimento de algumas questões do relacionamento de Meg com Charles e dela com Calvin.

A série Quinteto Do Tempo é um clássico da ficção científica e acho que foi uma leitura válida, apesar de ter gostado de pouquíssimas coisas neste segundo volume. Estou terminando de ler Um Planeta Em Seu Giro Veloz e então pretendo parar de ler a série, pois realmente não tem me agradado.






Título: Um Vento À Porta Série: Quinteto Do Tempo Páginas: 224 
 Autora: Madeleine L’Engle Tradutor:  Erico Assis  | Editora: HarperCollins | Ano: 2018



QUINTETO DO TEMPO
Uma Dobra No Tempo | Um Vento À Porta | Um Planeta Em  Seu Giro Veloz | Muitas Águas | Um Tempo Aceitável