Posts arquivados em Tag: Especial

31 ago, 2018

[ESPECIAL] Agosto Lilás: Vamos Falar Sobre Violência Contra Mulher?

Hoje é o último dia de agosto, e esse mês traz consigo uma campanha de conscientização muito importante: VIOLÊNCIA CONTRA MULHER. Então, para encerrar o tema convidei a incrível da Aline (eu AMO essa mulher gente!) do Stalker Literária para escrever comigo um texto e trazer algumas indicações de livros que falam sobre DIFERENTES TIPOS DE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER E EMPODERAMENTO FEMININO.

Continue lendo

19 jun, 2018

[RESENHA] Highlands #1: Herói Nas Highlands

Oi gente! Seguindo com o nosso especial do Mês dos Namorados (se você ainda não sabe do que estou falando clica aqui) vim compartilhar com vocês a minha opinião sobre Herói Nas Highlands da Suzanne Enoch que foi lançado pela Editora Gutenberg.



Major Gabriel Forrester enxerga tudo como uma batalha. Cada evento de sua vida é tido como um conflito a ser travado e vencido. E ele adora isso. As estratégias, blefes e artimanhas que deve empregar para atingir seus objetivos, além disso o Major é bom neste tipo de coisa o que fica claro quando se percebe que ele conseguiu a patente por mérito próprio e não por alguma conexão que a família poderia ter, aliás ele não tem nem família além da irmã mais nova que não vê a anos, mas para quem destina metade de seus ganhos.

As coisas mudam depois de uma batalha na Espanha contra o exército de Napoleão. Depois de desrespeitar ordens diretas de seu superior para ficar longe da ação e salvar a investida inglesa das tropas francesas eis que uma notícia inesperada cai bem no seu colo: seu falecido tio-avô era o Duque de Lattimer e não possuía herdeiros, o que faz dele o novo dono do título. Tudo muda na vida de Gabriel e ele não está nada satisfeito. Até então a única coisa boa advinda da herança indesejável é o conforto que pode proporcionar à irmã mais nova. 

Como sua principal função é administrar terras que lhe foram passadas e ele não só não possui informações sobre sua maior propriedade que fica na Escócia, como o administrador também enviou uma ameaça, o novo duque decide que é hora de conhecer suas terras nas Highlands, mas ao chegar lá é surpreendido pelo fato de possuir uma administradora. Fiona Blacksotock é uma mulher decidida, compassiva e absolutamente bela que promete tornar a vida do inglês mais difícil, não apenas nos assuntos relativos às suas terras.

Entre uma atração forte e preconceitos enraizados no coração, Fiona terá de lidar com o fato de que o Duque de Lattimer vai passar algum tempo na propriedade e que, se ela o quiser longe o quanto antes, vai precisar esconder alguns segredos e tentar não se apaixonar pelo belo homem cheio de cicatrizes e uma vontade de ferro.

Eu já li um outro livro da Suzanne Enoch e adorado, mas estava com medo de sentir que estava lendo a mesma coisa já que ambos são romances de época. Acontece que Como Se Vingar De Um Cretino e Herói Nas Highlands são obras completamente diferentes tanto em termos de composição de personagens quanto no tocante ao desenvolvimento da história.



Gabriel é um homem moldado pelos doze anos que viveu combatendo. Isso faz dele um personagem diferente dos libertinos disfarçados de cavalheiros britânicos que geralmente povoam os romances de época e roubam meu coração (não que o Major não tenha feito esta última parte), o Major possui modos mais rústicos e é inabalável, além de ter uma filosofia de vida bem peculiar e estar sempre pronto para um embate. 

Fiona é um caso à parte. Durante o começo do livro eu a adorei, ela é uma mulher bastante forte e decidida, mas quando cheguei na metade da leitura estava realmente cansada da quantidade de ódio que ela nutria pelo Gabriel apenas por ele ser inglês. Eu sei que o período é complicado, estamos falando de pouco mais de 60 anos após a Batalha de Colloden,  onde ingleses não eram nada bem-vindos na Escócia, mas mesmo entendendo o background fiquei um pouco incomodada com isso porque preconceito e ódio (gratuito ou não) são coisas que me incomodam independente de período histórico. 

Acontece que lá pela reta final da história eu voltei a gostar da Fiona e curtir de novo a trama. Então ela acabou sendo uma personagem bastante controversa e muito complexa. Em geral coisas das quais eu gosto bastante em uma leitura, mas que aqui teve um lado positivo e outro negativo, mas claro que no fim tendeu pro primeiro.

O Sargento Adam Kelgrove, assistente de Gabriel, realmente merece um destaque à parte. Com todo seu sarcasmo e lealdade ao seu superior ele realmente me conquistou. Há também uma atmosfera de superstição dentro do livro que é muito característico dos Escoceses desta época e que foi muito bem retratada dentro da obra, o que eu achei muito importante destacar aqui.

Eu gosto dessa capa principalmente por retratar a personagem principal do jeito que ela é descrita no livro, além disso ela tem tons que me agradam de verdade. Eu não posso descrever a diagramação como nenhuma outra palavra que não seja fofa. A arte do início de cada capítulo é bem romântica e combina com o tom do livro. A fonte tem um tamanho agradável e somada às páginas amareladas tornaram a leitura bem confortável.

Herói Nas Highlands foi uma leitura leve e bastante divertida. Com personagens que adoram se desafiar e se provocar mutuamente o livro terminou tão rápido que foi quase decepcionante que a história de Gabriel e Fiona não tivesse mais páginas para me entreter.










Título: Herói Nas Highlands Série: Highlands Páginas: 272 | Autora: Suzanne Enoch
Tradutora: A. C. Reis  | Editora: Gutenberg | Ano: 2017



12 jun, 2018

[MÊS DOS NAMORADOS] Mocinhos Favoritos


Oi gente! FELIZ DIA DOS NAMORADOS! O post de hoje é bem sobre o especial desse mês (se você não sabe do que estamos falando clica aqui!) e por isso trouxemos uma listinha com os CINCO MOCINHOS FAVORITOS de cada uma de nós! Quer saber o que está nas nossas listas? Então continua lendo este post!



JESSIE

Aproveita e se inscreve no nosso canal clicando aqui para não perder os próximos conteúdos!

ANINHA

1- Edward- O Segredo do Conde

Se vocês estão acompanhando o especial romance de época por aqui vocês viram que O Segredo do Conde reina ABSOLUTO como meu preferido deste gênero (quem não viu é só clicar aqui) e o maior responsável por todo este amor é o Edward, simplesmente porque ele é incrível! Um homem que não discrimina a mulher só por ela ser mulher, que ama incondicionalmente e que é capaz de atos altruístas que nem podemos imaginar (Vocês podem conferir o que eu achei da obra como um todo AQUI) ele é engraçado e responsável e principalmente sabe tratar bem uma mulher! Sem sombra de duvidas ele é meu mocinho preferido, o amor da minha vida dos romances de época e com certeza um dos que eu gostaria de trazer para a vida real. Ele tem um carisma todo especial e mesmo quando achamos em Codinome Lady V que ele é só um alcoólatra libertino, ele consegue nos conquistar, e se vocês não conhecem eu recomendo FORTEMENTE que corram para conhece-lo!!

2- Dominic- Raptada por um Conde

Como falar deste famoso aristocrata que tanto me intrigou e que depois simplesmente ganhou meu coração? (vocês podem conferir a resenha AQUI) Gente eu já achava nos primeiros livros das irmãs Cynster que tinha algo de completamente honroso no comportamento do Dominic, mas em Raptada por um Conde nos somos apresentados a pessoa dele propriamente dita e é impossível não se apaixonar por ele e pela causa dele. Ele é cuidadoso e envolvente, tem uma paixão nele que é impossível não se envolver, ele inspira responsabilidade, mas com um toque rebelde que me deixou irremediavelmente apaixonada.

3-  Gervase- Ligeiramente Seduzidos

Aaaa este é um dos que mais me encantou em toda a série dos Bedwyns, porque ele começou a história com um discurso de ódio e só pensando em vingança (vocês podem conferir um pouco mais AQUI) e ai alguns fatos aconteceram, ele descobriu que ódio nenhum pode superar o amor e quando nos apresenta quem ele realmente é, sem o estereotipo da vingança, ele é exatamente aquele tipo de cara pelo qual nos acabamos terrivelmente apaixonadas! Ele é prestativo e solicito, envolvente e charmoso com todo aquele toque galante que deixa as mocinhas suspirando pelos cantos. O Gervase é o tipo de homem dos sonhos para mim, porque ele não é perfeito, mas ainda assim cada detalhe dele é apaixonante.

4- Simon- O Duque e Eu

Simon é o cara que eu nem conheci e já me apaixonei, nem tinha lido sobre ele direito, mas nas primeiras páginas eu já me compadeci dele e isto acabou virando um amor. Ele é vingativo também (sim percebemos um padrão no meu gosto kkkk), mas até eu queria me vingar por ele, óbvio que não da maneira dele, mas eu queria muito porque o detentor do ódio dele ganhou o meu também. Mas fora este ponto, ele é esforçado e inteligente, luta para mostrar quem ele é e seu valor, ele é carismático e encantador, lindo de inúmeras formas diferentes que não compreendem só o físico descrito. Ele sabe nos convencer do ponto de vista dele, e aí quando assustamos já nos encontramos apaixonadas.

5- Rannulf- Ligeiramente Maliciosos

Meu ultimo lugar vai para o meu irmão (homem, porque eu amo mais as irmãs) Bedwyn preferido! Minha história com o Rannulf se deu de forma despretensiosa porque quando eu fui ler o livro dele eu simplesmente não queria (falei sobre isto AQUI) e ai ele veio e me mostrou que merecia ser conhecido, me provou que ia fazer com que eu me apaixonasse por ele, porque ele é um conquistador de primeira, desenvolto e cativante, ele é aquele homem que chama a atenção por onde passa, com o ar arrogante característico da família, mas uma desenvoltura e charme encantador completamente próprios. Ele é capaz de mostrar que está certo e que tem forças e determinação para lutar pelo que ele quer e pelo que acredita ser o certo, então de uma forma óbvia eu não poderia ter terminado minha leitura de outra forma que não amando ele.

09 jun, 2018

[MÊS DOS NAMORADOS] Romances De Época Favoritos!



Oi gente! O post de hoje é bem sobre o especial desse mês (se você não sabe do que estamos falando clica aqui!) e por isso trouxemos uma listinha com os CINCO ROMANCES DE ÉPOCA FAVORITOS de cada uma de nós! Quer saber o que está nas nossas listas? Então continua lendo este post!


JESSIE

Aproveita e se inscreve no nosso canal clicando aqui para não perder os próximos conteúdos!


ANINHA

5- Os Bedwyns: Ligeiramente Seduzidos

Bom meu quinto lugar é para este livro que foi da primeira série de romances de época que eu li, e gente eu fiquei tão apaixonada que nunca mais sai deste universo. Ligeiramente Seduzidos é o quarto livro da série que contem 6 volumes e conta a história dos membros da família Bedwyn (vocês podem conferir todas as resenhas desta série AQUI) e vem contar para gente a história da irmã mais nova Morgan Bedwy, e de uma forma geral é o livro que mais me encantou, porque a gente consegue acompanhar toda a evolução da Morgan como mulher, temos um par romântico simplesmente encantador com uma história incrível também. É sem sombra de duvidas a obra em que a Mary Balogh conseguiu me conquistar da primeira a ultima página, com personagens incríveis e envolventes, fortes e determinados que terão meu amor pra sempre.



4- Os Bridgertons: O Duque e Eu

Eu demorei muito tempo para sucumbir ao maior fenômeno do romance de época: Julia Quinn, e isto porque só tinha em minhas mãos O Duque e Eu e tinha absoluta certeza que quando o lesse ficaria loucamente desesperada para ler os outros livros da serie, e adivinhem só? Eu estava certa! Os personagens são bem escritos e a autora soube criar tão bem o drama envolvendo o passado do Simon que não tem como não morrer de ódio pelo pai dele e se compadecer com tudo pelo que o rapaz passou, afora o obvio: é impossível não se apaixonar por ele (mesmo quando age como um idiota!) E a Daphne é uma mocinha incrível, dona de si e que sabe o que quer, as vezes ela da umas escorregadas, mas a gente entende que da época. De uma forma geral a história foi feita para ganhar corações e com certeza o meu é um dos que foram ganhados.

3- As Irmãs Cynster: Raptada Por Um Conde

O que dizer sobre estes livros que simplesmente me ganharam de primeira? No início do primeiro livro eu não diria que me apaixonaria assim por alguém que é capaz de sequestrar meninas de uma mesma família aparentemente sem um motivo justo (vocês podem conferir as resenhas AQUI). Mas gente a Stephanie Laurens tem uma escrita envolvente, com uma construção de personagens maravilhosa e um enredo de tirar o folego! Todos os livros são muito bons, mas esta é uma parte da história que foi encerrada com chave de ouro! Raptada Por Um Conde não é nada se não completamente envolvente, é uma obra que não tem como não se apaixonar porque a Angelica é a mais impetuosa e decidida das irmãs Cynster e o Dominc é o perfeito cavalheiro (apesar do que aparenta!). Ele é, se sombra de duvidas, o que arrebatou meu coração!



2- Quase Inocentes

Chegamos em um ponto frágil: o primeiro romance de época que li na minha vida! Sim, meu primeiro romance de época é um romance de banca, um romance que quase ninguém conhece e um romance que mesmo depois de anos (ele foi lançado em 2006 e vocês podem conferir a resenha dele AQUI) ainda possui um lugar super especial no meu coração! E por quê? Porque é uma história com uma personagem forte, que teve que enfrentar uma perda repentina e dolorosa dos pais e se viu obrigada a virar adulta, cuidar de uma taverna e de um avô que tinha o habito de “pegar coisas emprestadas” sem que seus donos soubessem do empréstimo. Assim Leah foi a primeira mocinha forte que eu conheci, e a primeira que acabou envolta em tudo o que ela sempre disse que iria evitar. Jack Morgan é o mocinho não tão mocinho assim, mas que é sedutor e de uma forma absurda acaba por conquistar o amor das pessoas. Foi também o primeiro personagem que me mostrou que ninguém inteiramente mau ou bom, tudo depende das circunstancias e das intenções. 

1- Os sedutores de Havisham: O Segredo do Conde

Chegamos ao meu primeiríssimo lugar! Aquela obra que possui total e completamente meu coração, aquela que me conquistou de um jeito absurdo e me fez entrar em ressaca. O Segredo do Conde era uma obra que eu aguardava ansiosamente e que superou completamente minhas expectativas (vocês podem conferir a resenha AQUI) foi uma história completamente envolvente, que tomou conta do meu coração! Com situações improváveis e um casal mais improvável ainda que a Lorraine Heath conseguiu me fazer shippar, ela me fez torcer pelo casal, me fez torcer para o Edward conseguir cada coisa que ele queria porque ele é tão apaixonante que eu quase entrei no livro e falei com ele “Você quer o mundo? Eu te dou!” kkkk o primeiro lugar do meu top 5 de romances de época não podia ser diferente porque é a obra que toma conta do meu coração! Desde o primeiro instante eu fiquei presa e curiosa para saber como as coisas seriam, derramei lagrimas e dei sorrisos, tudo em um misto de gratidão imenso! É sem sombra de duvidas o livro que eu mais recomendo, porque ele virou dono e proprietário do meu coração.

04 jun, 2018

[ESPECIAL] Mês Dos Namorados!


Oi gente! Hoje tem post extra aqui no blog porque queremos dar uma notícia muito maravilhosa sobre o que vai acontecer aqui no site durante todo o mês de junho! Então vem saber das novidades gente!

Aproveita e se inscreve no nosso canal clicando aqui para não perder os próximos conteúdos!


Sim! Você não entendeu errado! Vamos ter um mês inteiro dedicado aos ROMANCES DE ÉPOCA aqui no Paraíso Literário (claro que vamos trazer outros conteúdos também!), uma semana LGBTQpara celebrar a diversidade e ainda uma grande surpresa no nosso aniversário de quatro anos!

Se isso não for motivo suficiente para que fiquem ligadinhos aqui, não sei o que é (rs!). Espero que continuem nos acompanhando e gostem das novidades. Assistam ao vídeo porque vai estar tudo bem explicadinho ali!
22 out, 2017

[NO CANAL] Vamos Falar De Cachorro?

Oi gente! Hoje vamos conversar sobre um dos maiores amores da minha vida: cachorros! O vídeo ficou bem legal, falei sobre a Sansa (minha cachorra que morreu no ano passado), da Rihanna (a pit bull que passou um tempo aqui em casa) e da Cristal (minha nova filha). Eu espero de coração que gostem!

VÍDEO


Não deixe de se inscrever no canal para acompanhar todo o conteúdo postado lá!


Não esqueça de participar do Sorteio Do Desapego que está acontecendo no canal e no blog, você pode ganhar vários livros incríveis!

Até o próximo post!
Beijinhos ;*
28 jul, 2017

[RESENHA] Especial Nacionais: Dominados


Oiii
seus lindos, dando sequência a Semana de Nacionais (os outros posts vocês
podem conferir AQUI) hoje vou contar para vocês o que achei de Dominados da
Mila Wander, e já vou começar dizendo que tive muita dificuldade de escrever
esta resenha, porque fiquei com medo de acabar falando demais e soltar algum spoiler sem querer, mas vamos ao que interessa e descobrir um pouquinho
desta história maravilhosa.




Laura
Diniz é uma dominatrix, acostumada a dar o melhor de si e batalhar em busca de
seus desejos, sem se importar com quem está em seu caminho, mas sempre
promovendo um desafio justo, ela agora buscará um cargo na diretoria da
Construtora Marcos Delacox (CMD). Um cargo que é o princípio do que ela deseja para sua vida e para que este sonho se concretize há apenas um empecilho:
Henrique Farias.

Henrique
é um dominador, ambicioso, poderoso e com paixão pelo desafio, tal como Laura, e
assim como ela busca o cargo de Diretor Geral da CMD. Como o desafio não pode
ser somente em busca do cargo, eles precisam apostar ainda mais para tornar tudo ainda mais atraente para ambos. É neste cenário que o jogo de poder e sedução começa.

A
primeira coisa que vocês precisam entender é que eu fiquei um tanto quanto
receosa de ler. E por quê? Ele é um livro grande e por
conta da experiência que tive com O Safado do 105 (confira  a resenha AQUI), fiquei temerosa de esta narrativa também tivesse mais paginas do que era necessário, mas decidi ler e embora adore a
escrita da Mila Wander, a maneira como ela interliga os fatos que geram os
conflitos principais da história, Dominados, tal qual O Safado do 105, poderia
facilmente ter umas 100 páginas a menos. 
De
uma forma geral a história é muito bem escrita, com personagens ótimos e com temáticas
mais relevantes que ambos
serem dominadores.

Henrique
não é o típico playboy que se acha de mais e faz o que quer por ser um filhinho
de papai ou coisas do tipo, ele é um homem lindo (branco, alto e forte!) que tem
noção de sua beleza, mas que principalmente usa sua inteligência para buscar
seus sonhos, sem no entanto pisar em ninguém para chegar onde deseja. 
Laura
não é mocinha doce e abalada, ela é forte e determinada, não é gentil (com
ninguém mesmo!
) e sempre busca novos desafios que demonstrem sua capacidade, seu problema? É que ela sempre precisa mostrar mais do que os outros (ela é
mulher e negra, em uma sociedade machista!
) e
são os questionamentos apresentados pela personagem e a maneira como ela lida
com tudo que trazem o diferencial para está história.

Foi absolutamente maravilhosa a maneira como a Mila intercalou cada problema e mostrou uma solução, assim como
o fato de a história ser narrada pelo ponto de vista da Laura e do Henrique,
deixando claro o que cada um fez para chegar aquele ponto, fazendo assim que o leitor entenda cada uma das motivações da personagens.

Tenham
em mente que a Laura tem problemas graves sim (para além daqueles gerados pelo
preconceito e o racismo!
) e que muitas das vezes ela não lida bem com eles, mas
eu achei ela tão humana  e me senti tão próxima dela (apesar de algumas atitudes que eu não consigo me imaginar
fazendo rs
), ela é muito gente como a gente, enquanto o Henrique passa a ser
aquele sonho de consumo com ressalvas, porque embora ele realmente seja
encantador eu me vi incomodada com vários traços de sua personalidade.

Todos
os personagens que tem um mínimo de foco que seja na história são muito bem
descritos e tem seus papéis muito bem demarcados. Embora tenha achado que
umas 100 páginas a menos seria perfeito (porque algumas partes da história eu
achei desnecessariamente enroladas!
), consegui fluir a leitura de uma maneira
bacana e me vi desesperada para descobrir o desenrolar da história deles.

A
edição está muito linda, não encontrei erros gramaticais, só alguns de digitação que devem ter passado despercebido pela revisão do livro. Achei a capa muito linda e
principalmente não é apelativa (o que é algo que me incomoda profundamente em romances eróticos!) e a
diagramação está impecável, com as demarcações de capítulos e de mudança de ponto
de vista muito bem estruturadas.


Não sei se a Mila tem planos de fazer algum livro ou um conto a respeito de alguns dos personagens, mas eu ficaria muito feliz de saber mais sobre o antes do Henrique e da Laura em detalhes, mas gostaria muito de conhecer também a história da Jane (irmã da Laura) e do Luis (irmão do Henrique) porque foram dois personagens que conseguiram conquistar meu amor.



Para aqueles que gostam do gênero é um
leitura que recomendo bastante e que digo que embora algumas partes possam
te fazer querer desistir, persista pois posso garantir que no final quem acabará
dominado serão vocês

Título: Dominados Páginas: 489Autor(a): Mila Wander  | Editora: Qualis
27 jul, 2017

[RESENHA] Especial Nacionais: Para Sempre Valentim



Continuando a nossa Semana dos Nacionais (que aliás está cheia de coisa boa e você pode conferir clicando aqui) hoje vamos falar sobre uma pequena maravilha escrita pela Camila Moreira, essa autora nacional talentosíssima e cheia de carisma pela qual sou declaradamente apaixonada (a mulher arrasa minha gente!).  Então continue lendo e descubra o que achei de Para Sempre Valentim.

Neste novo conto da Camila Moreira conhecemos Valentim, um homem que possui uma grande tragédia em sua história que influencia suas ações até os dias de hoje: quando era apenas uma criança teve os pais brutalmente assassinados, assim decisão de se tornar parte da Polícia Civil veio quando um policial prende os criminosos.

Seis meses atrás ele não só conseguiu se tornar um policial como também se formou como um dos melhores de sua turma e continua mantendo o padrão já que é um dos melhores de sua delegacia. E é exatamente a partir deste ponto que vamos acompanhar a história dele e de Júlia. Os dois se conhecem quando Valentim tenta impedir que ela e uma amiga sejam assaltadas e logo fica absolutamente encantado com a jovem.

Para o nosso protagonista tudo que pudesse ser uma distração deveria ser evitado, por isso desde a faculdade ele não namorava sério com ninguém, mas desde que colocou os olhos em Júlia ele teve certeza de que não a esqueceria facilmente. O que o futuro reserva para os dois?

Eu acho dificílimo resenhar contos porque qualquer frase a mais que escrevo pode acabar dando um spoiler e assim tirando a graça de se ler, por isso sempre leio a sinopse disponibilizada pelo autor e escrevo algo que esteja dentro daquilo ali mais ou menos. Então foi o que fiz hoje ao escrever esta resenha.

Quem acompanha o blog sabe que não sou fã de amores à primeira vista, já critiquei muitos livros e autores por usarem esta fórmula, mas acontece que em Para Sempre Valentim não temos um amor que acontece logo de cara, mas uma atração. Os dois são jovens e bonitos e se sentem atraídos um pelo outro, algo normal e plausível.

O conto tem apenas setenta e sei páginas e já chegou destruindo corações porque começa explicando a história de Valentim, que não é nada leve. A narrativa é absolutamente emotiva e é impossível não sentir empatia pelo menininho de oito anos que ficou órfão. Pelo adolescente que cresceu sem pais. Pelo homem que se tornou o melhor que poderia ser e que tentava levar justiça a outras pessoas.

Júlia por outro lado traz a assinatura das personagens femininas da Camila que eu tanto gosto. Forte e decidida ela tem vários problemas em sua vida, mas o principal deles é o pai, um deputado poderoso e arrogante que vai fazer de tudo para impedir seu relacionamento com Valentim.

Para Sempre Valentim é só uma prova do que está por vir já que a Mila está escrevendo um livro com esses personagens que prometem maravilhar e encantar ainda mais os fãs da autora. Para quem ainda não leu você pode adquirir o ebook (que estava de graça até outro dia na Amazon!) clicando aqui. Deixo registrado nesta resenha o meu pedido para que a Mila não demore para lançar esse livro porque já estou sentindo falta do casal!

Título: Para Sempre Valentim | Páginas: 76
 Autor(a): Camila Moreira | Editora: Amazon 
26 jul, 2017

[RESENHA] Especial Nacionais: Crônicas de Táiran #2: Vigilante



Oii seus lindos, dando
sequencia nossa
Semana dos Nacionais que esta incrível! (você pode conferir os primeiros posts clicando AQUI) hoje a resenha é de Vigilante, da nossa parceira
Thais Lopes, e vou dizer para vocês que tive uma dificuldade enorme com esse livro. Primeiro
pra largar o livro e segundo pra escrever esta resenha sem falar de mais.
Tentarei ao máximo não dar spoiler de
Sentinela (primeiro livro da série), mas
infelizmente alguns vão ter que passar para que eu possa explicar o contexto,
então vamos ao que interessa!




A primeira coisa que precisam
saber é que Vigilante se passa 20 anos depois de Sentinela (vocês podem conferir a resenha AQUI), anos depois da batalha contra os guerrilheiros airenis e embora o tempo tenha passado, algumas
coisas não estão assim tão diferentes como se gostaria..

Agora a história é
contada por Ezi a mercenária que aprendeu cedo que precisava se esconder se
quisesse sobreviver naquele mundo, mas acima de tudo, ela deveria se esconder dos Guardiões,
pois se eles soubessem quem era, ou do que era capaz as coisas não ficariam
boas para o seu lado. Porém a batalha contra os guerrilheiros tinha destruído anos de
cuidado e agora Ezi precisa se esconder para que a Ordem não enviasse alguém até
ela para selar seu destino como fizeram com seus pais.

Depois de vários anos se
escondendo para se manter a salvo, Ezi vê esta sua segurança acabar quando o Arqui-Guardião Ziderrenoh
(ou Zid para os íntimos) chega à vila onde ela mora trazendo
um aviso enigmático. E aí Ezi precisa decidir o que é
mais importante: sobreviver ou assumir uma herança que certamente colocará sua
vida em risco?

Pense em um livro incrível?
Agora multipliquem por quatrocentos e você tem Vigilante! Sério eu tinha ficado apaixonada por Sentinela e não sabia bem o
que esperar da sua sequência, embora ainda aguardasse coisas boas não podia imaginar que a história fosse dar um salto de vinte anos para o futuro, e como eu sou boba e inocente e não
consigo compreender a mente insana da Thais, acabei ficando completamente apaixonada.

A maneira como a história do
primeiro e do segundo livro foram entrelaçadas, abriu um mundo de possibilidades para a história que eu não sou nem capaz de imaginar. Vigilante segue um tempo tão perfeito que foi impossível largar o
livro para fazer qualquer coisa, fiquei com aquela sensação de que em pouco tempo aconteceria algo importante o que torna deixar a leitura de lado (mesmo que por pouco tempo!) uma tarefa dificílima.

As personagens que aparecem
aqui são como sempre muito bem escritas, algumas são velhas conhecidas, pois
estavam na história de Sentinela, como a Ezi, o Zid, os mercenários e alguns
guardiões, mas alguns são completamente novos e igualmente apaixonantes. Não
vou falar sobre cada um dos personagens separadamente, porque se não a resenha
vai ficar imensa e posso acabar falando mais do que deveria, então vou
contar porque me apaixonei por alguns especificamente.

Tenho esse péssimo habito de me apaixonar pelos personagens
principais e aqui não foi diferente. Eu me apaixonei pela Ezi e a força que ela
tem para equilibrar as coisas e fazer aquilo que ela acredita ser o certo, mas
me incomodou um pouco com a maneira com a qual a protagonista se adaptou a seguir ordens
sem questionar nada, e mesmo este meu incomodo foi superado porque consegui acompanhar a evolução da personagem e a maneira como encontra uma força em si mesma que ela nem imaginava que tinha e isso me encantou.

O Zid foi pelo mesmo princípio
da Ezi, mas a questão dele era ser autoritário e rígido de mais (como todos os
guardiões
), e aos poucos ele vai se descobrindo e deixando que a Ezi veja
quem ele realmente é, tornando impossível não se apaixonar. E a
outra personagem que me encantou verdadeiramente nesta história foi a Thria que
é aquela amiga que fica na dela até certo ponto, mas que é completamente admirável!

Em Vigilante nós iremos
mergulhar mais afundo na história de Ionessen e descobrir muito do que veio
antes deste tempo, o que tornou clara, para mim, várias situações e os motivos para
alguns conflitos. Não consigo achar um ponto falho na história ou algo que
tenha deixado a desejar, porque seguindo o ritmo que foi do primeiro para o segundo
livro, eu acredito que as dúvidas que ficaram em aberto vão ser solucionadas
nos próximos volumes.

Caso vocês queiram adquirir os
livros das Crônicas vocês basta 
CLICAR AQUI, e se não conhecem a
história recomendo fortemente que vocês mudem isso o quanto antes porque não se pode passar
uma vida sem conhecer a história de Táiran!

Título: Vigilante | Série: Crônicas de Táiran | Páginas: 345 Autor(a): Thais Lopes | Editora: Senhor da Lenda
25 jul, 2017

[RESENHA] Especial Nacionais: Faz Amor Comigo?



Oi seus lindos, dando sequencia a nossa Semana dos Nacionais hoje eu trago para vocês mais uma resenha da nossa parceira linda Clara de Assis (as resenhas dos outros livros dela vocês podem conferir clicando aqui), e preciso dizer para vocês que Faz Amor Comigo? (que pode ser adquirido por aqui) não é nada do que eu imaginava, é completamente diferente e absolutamente apaixonante. Então para descobrirem porque eu fiquei tão completamente apaixonada, é só continuar lendo a resenha.


Helena é uma garçonete “caipira” vivendo no interior do Estado Wyoming e que passa por um momento muito difícil, se é que podemos chamar assim, pois ela acabou de terminar um relacionamento de anos com o xerife da cidade, e como estamos falando de uma cidade do interior, ficar sem ver o ex não é uma opção possível, afora o fato de ter modificado todos os seus planos e se tornado garçonete na lanchonete da mãe.





Mikha (por enquanto chamaremos ele assim) é um homem misterioso, maravilhoso e que tem uma total falta de senso no início da história, mas que até esta sua falta de jeito nos encanta completamente conforme a trama vai evoluindo e conhecemos um pouco melhor o sr. mistério aqui.



As histórias de Helena e de Mikha se cruzam quando ele descobre que ela é a única alma que brilha para ele, o que nos faz entrar em um mundo completamente diferente daquele que era esperado quando observamos o titulo ou até mesmo a sinopse, pois quem imaginaria que a trama é permeada por elementos do universo sobrenatural? Enfim, o que queremos mesmo saber é: porque a alma de Helena brilha?


Preciso mesmo que vocês entendam que ainda que o título demonstre ser mais um erótico com o qual nos estamos acostumados (porque foi exatamente isto que imaginei quando a Clara me mandou a sinopse e a capa!), o livro é muito mais do que isto, com um enredo completamente envolvente principalmente surpreendente.



O início do livro é um tanto confuso e demorei umas boas dez páginas para entender o que estava acontecendo ali, mas não desistam por este motivo porque daí pra frente a história vai se encaixando perfeitamente bem e nos encantando a cada página. A escrita da Clara é como sempre muito fluida e tranquila, o que (feliz ou infelizmente nos faz evoluir rápido na leitura e querer mais páginas, mesmo a história tendo um fim bem legal



A tama apresentada aqui é uma fantasia e um erótico juntos (sim tem cenas de sexo, elas só não são o foco principal) e é realmente incrível, eu só senti falta de algumas informações e algumas páginas durante a passagem de tempo da história (que da um salto de 3 anos mais ou menos!) e que me deixou um questionamento de como as coisas aconteceram para chegar a aquele ponto, mas tirando isto o resto foi tudo perfeito. 



Vale ressaltar que a história é narrada em primeira pessoa pelo Khaim, o que pra mim foi uma novidade porque nunca li uma história que fosse narrada exclusivamente pelo homem, e embora eu tenha sentido um pouco de falta do ponto de vista da Helena (todos sabemos que eu amo saber de tudo a respeito de todos os personagens!) não foi algo que tenha feito falta, pois a história transcorreu perfeitamente bem do jeito que foi escrita.





Espero que tenham gostado e em breve venho contar para vocês um pouquinho mais sobre as obras da autora, e não deixem de conferir os outros livros da semana de nacionais 😀


Título: Faz Amor Comigo? |  Páginas: 210
Autor(a): Clara de Assis| Editora: Kindle Edition