Posts arquivados em Tag: Filmes

23 ago, 2018

[FILMES] Para Todos Os Garotos Que Já Amei

Oiii seus lindos, hoje nós vamos falar um pouquinho sobre este filme que foi lançado na sexta-feira da semana passada (dia 17/08) pela nossa amada Netflix, e que é baseado em um livro de igual nome, lançado aqui no Brasil pela Intrínseca, e que já aviso de antemão que infelizmente eu ainda não li (mas já estou louca, desesperada para ler!). E sem mais delongas vamos ao que eu achei do filme.

Continue lendo

29 jun, 2018

[FILMES] A Barraca Do Beijo

Oiiii seus lindos, fugindo um pouco da programação dos
romances de época, mas seguindo no especial do mês dos namorados (vocês podem
conferir os outros posts
AQUI) venho falar para vocês deste fenômeno lançado
pela Netflix, e que a maioria de vocês já devem ter ouvido falar: A Barraca do
Beijo
. Então sem mais enrolações bora conferir o que eu achei do filme.




Melhores amigos desde que nasceram, Elle (Joey King) e Lee
(Joel Courtney) precisam apresentar ao comitê de formatura uma ideia para
arrecadar fundos para a caridade, e aí eles tem a brilhante ideia de gerenciar
uma barraca do beijo durante o evento. Mas para que tudo seja um sucesso, Elle
precisa convencer o bonitão da escola, Noah (Jacob Elordi) que por acaso é seu
crush desde a infância e por um acaso maior ainda é o irmão do Lee, a
participar da barraca, mas ele é irredutível quanto a sua contribuição na
barraca. De uma forma nada esperada, eles acabam se aproximando, e isto acaba
por estremecer a amizade Elle e Lee.
Bom preciso dizer que sim, eu me apaixonei completamente
pelo filme e por sua leveza, tanto que acabei comprando a caixa do clube do
livro do Livros & Citações, porque o tema era A Barraca do Beijo e eu não
podia perder aqueles mimos
MARAVILHOSOS de um filme pelo qual estou
absolutamente apaixonada.
Os personagens são maravilhosos, cada um a sua maneira, e a
amizade entre a Ellie e o Lee é simplesmente inspiradora! Eles são cúmplices,
se amam e  tem um senso de parceria
maravilhosos, salvo nos momentos em que o Lee está sendo um babada e achando
que tem o direito de fazer escolhas pela Elle!
Sério gente, por diversos minutos que achei o Lee
simplesmente egoísta de mais para seu próprio mal, ele simplesmente não se
importou com o que a Elle estava sentindo e como ela precisava que ele agisse
com compreensão, ele só bancou o babaca e deixou a melhor amiga sofrer.
O Noah é um ponto a parte do filme, é o irmão mais velho do
Lee e a grande parte das confusões que desencadeiam no filme kkkk, para além
disso ele é o personagem que me obrigou a assistir o filme mais de uma vez! Não
porque ele é lindo e maravilhoso (embora ele realmente seja bonito), mas porque
ele é muitooooo alto gente! Sério ele é um semi gigante, e eu só conseguia
perceber isto na primeira vez que eu assisti kkkkk, o que me fez perder grande
parte da história e me obrigou a assistir novamente rs.
Mas de toda a forma o Noah é um personagem que tem
problemas, em algumas cenas eu pensei que se eu fosse a Elle eu teria saído
correndo dele facilmente, nem olharia para trás. E em outros momentos eu me vi
caidinha por ele e entendi completamente porque a Elle se apaixonou por ele.
O filme é todo muito lindinho, salvo alguns enquadramentos
que eu achei que ficaram meio ruins (possivelmente porque o ator que faz o Noah
é gigante e a atriz que faz a Elle é baixinha), mas tirando isto é um filme
leve, com um romance legal, um contexto de amizade lindo que vale muito a pena
ser assistido. E já aguardo ansiosamente pelo dois, para me apaixonar novamente
e ver onde os relacionamentos chegarão.

20 jan, 2018

[FILME] Voldemort: A Origem do Herdeiro

 
Oi gente! Hoje eu vim falar com vocês sobre as minhas impressões sobre o fã filme Voldemort: A Origem do Herdeiro que desde que saiu o primeiro trailer no YouTube gerou o maior burburinho no fandom de Harry Potter e como boa fã que sou claro que estava absolutamente curiosa para saber mais sobre a produção.

Continue lendo

28 mar, 2017

[CINEMA] A Bela e a Fera


Oii seus lindos, hoje nos vamos
falar um pouquinho sobre A Bella e a Fera, este filme simplesmente MARAVILHOSO
que deixou todos ansiosos por um ano até a sua estreia, e como eu já o assisti
duas vezes (Sim, duas vezes e pretendo ir mais algumas kkk) eu vim aqui contar
para vocês o que eu achei e porque pretendo assistir muitas vezes mais!




A história do filme é muito
parecida com a do desenho, o que pra mim foi um alívio, porque muitas vezes o
Live Action fica tão diferente que acaba por desconfigurar a história que
estamos acostumados, mas aqui não, poucas coisas ficaram diferentes e foram
adaptadas. Temos a linda menina, que é
inteligente de mais e completamente a frente de seu tempo, se tornando fora dos
padrões da aldeia, o príncipe que foi amaldiçoado e se tornou uma linda fera e
claro o cara mais popular da aldeia que acha que tem o mundo a seus pés.

Todos os personagens foram
muito bem construídos, até aqueles que só aparecem de relance e em nota
especial precisamos admirar a atuação de todos os atores, porque foi lindamente
um trabalho realizado por um grupo de atores maravilhosos! É aquele tipo de
atuação que você consegue se desprender de qualquer outro personagem que o/a
ator/ atriz tenha feito anteriormente e ter a certeza de que eles são aqueles
exatos personagens, de que nasceram pra desempenhar aquele papel.

A fotografia e os efeitos são
igualmente incríveis e da um prazer imenso aos olhos, porque é tudo tão lindo
que não deixa espaço para olhar para mais nada que esteja acontecendo ao redor. 
Outro ponto a ser mencionado é que assisti ao filme dublado e
legendado, então posso dizer que as músicas estão PERFEITAS nos dois jeitos,
embora particularmente eu prefira o áudio original e aí acabei amando mais a
versão legendada.

O filme é de uma beleza tão incrível
que eu tive vontade de começar a chorar do meio do filme pra frente (Só vontade
porque se eu chorasse isso tudo assistindo 3D ia embaçar tudo rs)
, mas admito
que no final eu não resisti e chorei, e não foi porque a cena era triste  ou algo parecido, foi única e simplesmente
porque o conjunto da obra ficou tão perfeito que eu precisei chorar de emoção,
por ter a oportunidade de assistir a algo tão belo.

Quanto a parte polêmica por
conta dos personagens gays, gente foi EXTREMAMENTE  natural, e muito bonito, mostrar que não
importa a época sempre existiram e irão existir pessoas que são o que são
independente do que a sociedade espera que elas sejam e que os personagens que
os  são ficaram maravilhosos e muito bem
encaixados.

Outro ponto que eu gostaria de
ressaltar, mas é só pra eu saber se sou a única é que: Eu achei a Fera muito mais bonita como
Fera do que como Príncipe kkkk, então por favor se vocês já assistiram me digam
que eu não estou sozinha nessa rs.



Então é um filme que trás a
tona o melhor de nos, que faz lembrar da infância e de como tudo na vida pode
ter um lado belo, é tudo perfeito de mais pra vocês perderem a oportunidade de
assistir esta verdadeira obra de arte. E só pra vocês ficarem com mais vontade de assistir, vou colocar aqui o trailer


TRAILER

Confira abaixo o trailer do live action de A Bela e a Fera que já está em todos os cinemas do Brasil (e aproveita e vai correndo pro mais próximo de você e confira logo este filme maravilhoso!)

23 mar, 2017

[CINEMA] A Grande Muralha

Oiii
seus lindos, hoje eu vim falar para vocês um pouquinho sobre A Grande Muralha,
filme com direção de Yimou Zhang, com nomes no elenco como Matt Damon,
Willem Dafoe, Pedro Pascal
 e
distribuído pela Universal Pictures. Assisti a uns dias atrás (Que
vergonha Aninha e só veio contar pra gente agora? Foi seus lindos, me perdoa
rs) e eu realmente adorei o filme, então vim falar um pouquinho dele para vocês
e dizer o porque, apesar de tantas pessoas não terem gostado, eu adorei a
história.




No
século XV, William (Matt Damon) e Tovar (Pedro Pascal) são dois mercenários em
busca de “pó negro” (pólvora). Depois de escaparem do ataque de uma criatura
misteriosa, eles se encontram, acidentalmente, aos pés da Grande Muralha. Lá,
eles acabam aprisionados pelos guerreiros chineses, que estão na iminência de
sofrerem um ataque. Reza a lenda que, a cada 60 anos, uma horda de monstros
tenta transpassar a barreira, para se alimentar dos humanos que vivem do outro
lado.
O
filme gira em torno desta lenda chinesa, que dizia que a cada 60 anos os
monstros tentariam transpassar a barreira (que é a grande muralha) para se
alimentar dos humanos, e por que eles iriam se alimentar dos humanos? Por causa
da ganancia existente em cada um. É como se fosse uma reprimenda dos deuses
pela ganancia do homem, e como o mundo está em busca do pó negro escondido na
muralha, isto acaba por atrair a ganancia de todos os demais povos para a
China.
A
maior surpresa para aqueles que estão protegendo a muralha, não é que estrangeiros
estejam lá em busca do pó negro, é que estes estrangeiros foram atacados por
uma criatura misteriosa e sobreviveram, pois o exercito deles está se
preparando a muito tempo para combater as criaturas e os sobreviventes foram
poucos (para não dizer nenhum).
Como
eu disse o enredo do filme gira em torno desta lenda e de como foi feito para
se combater as criaturas misteriosas, mas os elementos do filme vão muito além
disto, fala de empoderamento feminino, pois no século XV a sociedade como um
todo era masculina, as mulheres serviam aos homens e não faziam parte como
igual do exercito, eles não tinham força para isto, e o filme da uma quebrada
nisto, é obvio que na história real isto não aconteceu (Se aconteceu me contem
aqui por favor porque adoro este tipo de história), mas é gratificante ver que
agora o fictício também abrange a mulheres poderosas que são capazes de ser
comandantes de um regimento e sem sofrer nenhum questionamento sobre isto.
A
história tinha como base um contexto em que era normal um determinado regimento
ser completamente feminino, e eu achei muito interessante, pois as mulheres não
perdem em nada na luta para os homens, pois ainda que não se tenha força bruta,
elas suprem este quesito com outros tantos.
A
atuação de todos eu amei, eu consegui não ver os atores e sim os personagens,
eles foram bem característicos e peculiares (embora eu seja obrigada a me
contradizer e contar pra vocês que quando chamavam o Pedro Pascal de Tovar eu
falava que ele é o Oberyn) achei
muito bem colocado cada história, embora ache que o personagem do Willem Dafoe estava lá só para instigar coisas
erradas e encher o saco. 
Os
efeitos especiais foram muito bem trabalhados e chamou muito a atenção, nos
deixando presos a cada cena sem nem mesmo conseguir olhar para os lados.
E
agora a minha parte preferida de tudo: Os figurinos! Meus amoressss o que eram
aquelas armaduras? Me digam! Eu fiquei apaixonada e doida querendo uma pra mim,
ficaram simplesmente perfeitas e muito bem trabalhadas, foi um elemento que deu
outra cara pra história.
Bom
eu recomendo muito o filme, e sei que muitas pessoas acharam fraca a história
(mas vale lembrar sempre que é uma lenda e como tal é obvio que tem furos na
história, pois não foi feita para contar fatos verídicos e sim para gerar
ensinamento para novas gerações), mas ainda assim eu achei muito bom e me
prendeu muito como um todo, alguns podem dizer que eu me agrado com pouco e
pode até ser que meu gosto para filmes assim não seja tão exigente, porém eu
recomendo bastante que vocês assistam, nem que seja só para dar uma chance a
produção e depois tirarem suas próprias conclusões. 


12 jan, 2017

[CINEMA] Cinco Motivos Para Assistir Assassin’s Creed!

Oi minha gente! Na última terça-feira, nós do Paraíso Literário, fomos assistir a adaptação do game Assassin’s Creed que chega aos cinemas do Brasil hoje, dia 12 de janeiro! Para acabar com a dúvida de quem ainda quer saber se vale a pena assistir decidi montar uma lista com os cinco motivos pelos quais sair da sua cama e ir ao cinema mais próximo vai ser uma boa ideia!

5 – EFEITOS VISUAIS

Que Assassin’s Creed precisaria contar com efeitos incríveis para conquistar o público, isso não é nenhum segredo e mesmo os trailers já nos indicavam que isso não seria problema, mas acontece que  mesmo com as expectativas lá em cima os efeitos visuais (principalmente em IMAX) conseguiram me deixar sem fôlego, vidrada e prendendo a respiração: tudo ao mesmo tempo!

4 – CONTEXTUALIZAÇÃO

Eu sou uma completa leiga quando o assunto é o game, então tive muito, mas muito medo de ficar perdida com a trama desenvolvida, mas é tudo tão bem trabalhado que você consegue compreender exatamente o que está acontecendo, quando acontece e as motivações das personagens. Além disso fica claro que não há um vilão, não exatamente, há duas ideologias diferentes que lutam como podem para proteger suas crenças e isso realmente prende o público.

3- AMBIENTAÇÃO HISTÓRICA
Pra quem assistiu qualquer um  dos trailers já divulgados, sabe que Assassin’s Creed possui duas ambientações: uma no passado e outra no presente. Elas se intercalam durante todo o filme, algo que poderia muito bem prejudica-lo uma vez que, se não fosse bem trabalhado, nós poderíamos acabar nos perdendo durante a narrativa. Acontece que esse recurso é tão bem utilizado que faz  quem está vendo o filme ficar ainda mais curioso por essas cenas, eu por exemplo ficava mais ansiosa para saber o que iria acontecer quando Cal (personagem de Michael Fassbender) acessava as memórias de seu antepassado e como isso abalaria a própria personagem no presente.
2- CENAS DE AÇÃO
Assassin’s Creed é um filme repleto de ação, mas se as cenas não fossem muito bem coreografadas (como acontece frequentemente em Hollywood) a adaptação poderia não ficar tão boa, mesmo contando com outros pontos a seu favor. Bom, quanto a isso não se preocupem, todas as lutas são absolutamente bem coreografadas e em muitas delas percebemos que são os próprios atores que estão ali. Uma outra coisa que fica interessante é a ambientação das lutas, os lugares escolhidos para tais cenas deixam qualquer pessoa aflita e envolvida com o que está acontecendo.
 
1- TRAMA

A trama da adaptação de um game tão complexo não é fácil, menos ainda se você parar para refletir que uma boa parcela daqueles que vão assistir ao filme não tiveram contato com o jogo. Fazer um roteiro que estimule quem nunca jogou e prenda os fãs não é nada fácil, mas como a  trama é original desata esse nó, aqueles que jogaram conseguem perceber as referências de maneira simples e quem não joga vai sair do cinema louco pelo videogame mais próximo para mergulhar de volta na história da Assassin’s Creed.

ASSISTA AO TRAILER DE ASSASSIN’S CREED
Ainda não viu nenhum trailer de Assassin’s Creed? Pois bem, eu te ajudo! Clique aqui em baixo e veja o terceiro trailer divulgado pela Fox.



05 jul, 2013

[ATUALIZADO] Especial Atrizes Que Viveram A Mulher Gato


Esses dias estava fazendo a uma maratona da série e dos filmes live action do Batman e eis que pensei: seria legal fazer um post aqui no blog falando de todas as atrizes que interpretaram a Mulher Gato, sei que isso vai soar muito nerd, mas eu sou fascinada pela personagem desde bem novinha quando comecei a ler as HQ’s de Batman. Então, bora conhecer ou relembrar as atrizes?


JULIE NEWMAR




Julie Newmar foi a primeira atriz a interpretar a Mulher Gato. Ela nasceu em 1933 e tinha 33 anos quando interpretou a sexy vilã no seriado de TV que foi ao ar durante os anos de 1966 a 1968. Ela contracenou com
Adam West e Burt Ward e há quem diga que foi uma das principais responsáveis pelo estrondoso sucesso da série norte-americana.





EARTHA KITT



Esta é Eartha Kitt cantora e atriz norte-americana, ela também foi uma “primeira” no que diz respeito aos filmes do Batman, ela foi a primeira negra a a interpretar a personagem e substituiu Julie durante a terceira temporada da série. Nascida em 1927 ela faleceu aos 81 anos, vítima de um câncer.



LEE MERIWETHER


Quem não conhece a atriz Lee Meriwether? Quantos sabiam que ela já interpretou a nossa vilã? E não é só isso, ela também foi uma “primeira”, a primeira a dar vida à personagem nas telonas em Batman: The Movie que também foi lançando em 1966. Querem saber uma curiosidade? Lee só foi escolhida para o papel pela espantosa semelhança com Julie, que estava com a agenda cheia e não poderia participar do longa que contava com o mesmo elenco da série.

MICHELLE PFEIFFER



A mais elogiada de todas as atrizes que se aventuraram pelo papel é, sem dúvida, Michelle Pfeiffer. Ela esbanjou sensualidade durante todo o filme Batman: O Retorno, que foi dirigido em 1992 por Tim Burton. O filme lhe rendeu algumas indicações no ano seguinte, inclusive o de Mulher Mais Provocante no MTV – Movie Awards, mas acabou perdendo. Ela personificou tanto os dois lados de Selina que é uma unanimidade entre os fãs da HQ.

HALLE BARRY



Quando a vilã ganhou seu próprio filme, em 2004, foi a vez de Halle Berry se juntar ao time de mulheres lindas que interpretaram a personagem. Dessa vez a Mulher Gato não é Selina Kyle, Halle da vida a Patience
Phillips que passa por algo semelhante que Selina para ganhar seus fabulosos poderes. O filme foi massivamente criticado e o que chamou atenção de todos foram as curvas da atriz. Berry diz até hoje que o longa foi o grande erro de sua carreira.




ANNE HATHAWAY



Quem é que não ficou com o “pé atrás” quando Anne Hathaway foi escalada para viver Catwoman em Batman: O Cavaleiro Das Trevas Ressurge? Porém ela conquistou a crítica com sua versão high-tech da Mulher Gato. Mas mesmo com toda a tecnologia podemos ver que, claramente, há muito do estilo das primeiras versões da vilã na composição de sua Selina, principalmente a sensualidade trazida por .





CAMREN BICONDOVA 





Camren Bicondova é a atual intérprete da personagem Selina Kyle. Depois de tantos anos a garota que começou a interpretar a nossa amada vilã aos 15 anos (hoje ela tem 18) conseguiu ser uma primeira. A Selina de Bicondova é a primeira que apresenta a fase adolescente da mulher que no futuro se torna uma das maiores ameças e amores do homem morcego. Sem trazer um visual sexy, mas totalmente estiloso a jovem atriz tem conquistado os fãs da personagem e da série Gotham com sua incrível atuação.




Pois é gente, eu espero que vocês tenham gostado desse post super diferente que trouxe para vocês. Como esse é um post onde os homens puderam aproveitar mais, que tal eu trazer um próximo post com alguns bonitões que interpretaram o Superman? Vou desenvolver melhor a ideia e quando der trago isso para vocês garotas!